terça-feira, 11 de Outubro de 2011

Marmelada de marmelo e O Sítio do Pica-Pau Amarelo


Ao começar a escrever este texto lembrei-me de uma série que adorava ver quando era miúda. A música do genérico, composto por Gilberto Gil, não me sai da cabeça. Lembram-se?

Marmelada de banana, bananada de goiaba
Goiabada de marmelo
Sítio do Pica-Pau Amarelo
Sítio do Pica-Pau Amarelo
(...)


Eu desde que sou gente que adoro marmelada com pão fresco e macio. Alguns dos meus lanches passados a ver O Sítio do Pica-Pau Amarelo, a deliciar-me com as aventuras da Emília, do Visconde, da Dona Benta, da Tia Anastácia, da Narizinho, do Pedrinho, do Saci e da terrível Cuca, tinham um pãozinho com marmelada.

Também não me esqueço das tardes passadas em casa do meu avô Augusto, que tinha uma pequena mercearia e vendia a marmelada cortada à fatia. A marmelada vinha para a loja em tabuleiros rectangulares de plástico, cobertos com uma folha de papel vegetal. O cheiro, a cor e a forma da marmelada nunca mais me saiu da cabeça. Talvez por isso prefira fazer a marmelada de modo a que fique para cortar à fatia.

Hoje adoro-a com bolachinhas e queijo, de preferência da Ilha de São Jorge, para fazer um delicioso contraste de sabores.


Ingredientes:
2 kg de marmelo cortado aos pedaços com a casca mas sem as sementes
1,8 kg de açúcar amarelo
1 dl de água


1. Colocar a água numa panela. De seguida juntar o marmelo com o açúcar. Levar ao lume.

2. Quando o marmelo estiver cozido, triturar. Deixar apurar.

3. Colocar a marmelada em taças.


Como não há goiabada de marmelo, ficamo-nos por uma marmelada magnífica. Para comer com pão, queijo ou simplesmente para viajar até à infância e relembrar o que vos fazia felizes.

23 comentários:

  1. Bem Laranjinha o que me foste lembrar!Eu adorava O Sítio do Pica-Pau Amarelo!ó pá fiquei tão nostalgica!!
    Mas quanto à marmelada, o que dizer?!!Queijo e marmelada para mim está perfeito!

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. O que me foste lembrar amiga...como poderíamos esquecer ehhehehe....ficou perfeita atua marmelada....bjokinhass

    ResponderEliminar
  3. Ahahaha!

    Adorei! Eu gostava TANTO TANTO que todos os anos me mascarava de Emília pela altura do Carnaval.
    E era! A marmelada era comprada em tabuleiros de plástico nas mercearias às fatias e estes estavam sempre tapados com papel vegetal.E... O bacalhau cortado com aquelas guilhotinas ( gigantes para mim na altura). O açúcar amarelo era vendido ao quilo em pacotes de papel pardo...E as bolinhas de neve , aqueles rebuçados enrolados em papel encarnado e os Dr.Bayard ...TUDO AVULSO talvez por isso os cheiros ficaram todos na minha memória e são inesquecíveis.
    E não sou assim tão velha!!
    Com queijo dos Açores é uma excelente combinação
    Um beijinho
    Under a Fig Tree

    ResponderEliminar
  4. Que saudades de ser pequenin e ver o sitio do picapau amarelo!!!! E uma combinação boa dos lanches na minha avó eram as sanduiches de bolacha maria com queijo e marmelada, esta ultima sempre de cortar em fatias, claro! Marmelada molengona nunca entrou nas nossas boquinhas. E adorei a versão com a casca, tal como se faz o cascão (goiabada com a casca. A minha avó fazia marmelada todos os anos, mas agora que faleceu ainda ninguém lhe seguiu as pisadas. Eu gostava imenso de fazer marmelada, mas como ela fazia, modo tradicional, na panela, demorava imenso tempo e tinha que mexer muitas vezes para não pegar. Aceito sugestões!

    ResponderEliminar
  5. Ficou com uma cor e aspecto maravilhoso o seu doce.
    Bjo

    ResponderEliminar
  6. Eu como sou mais velhota, já não via o Sitio do Pica Pau Amarelo, mas não dispenso uma boa marmelada, e esta tenho a certeza que está no ponto ;)
    Beijocas

    ResponderEliminar
  7. Laranjinha que saudades do Pica Pau amarelo, obrigado por me transportares á minha infância :) E um pãozinho com marmelada era um belo serão :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Assim que vi o título desta receita no painel do blog começei a cantarolar a canção. Esta reportou-me para tempos bem longínquos. Como adorava o Sítio do Picapau Amarelo. Tinha tanto medo da Cuca!
    Obrigada por me teres feito recordar e por teres enaltecido um produto da minha região, o queijo de São Jorge.
    Uma verdadeira delícia esta combinação!
    Beijinhos da ilha Terceira.
    Patrícia

    ResponderEliminar
  9. Quem não se lembra Laranjinha...Obrigada pela partilha e de nos trazeres boas memorias


    beijinhos!!

    ResponderEliminar
  10. Acho que todos os que virem este post não vão resistir sem dar uma boa cantoria ;) adorava ver essa série com era pequena, que bons e venhos tempos, obrigada pela lembrança! A marmelada ficou perfeita!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Que lindo chegar aqui e ver esse post :) Sem dúvidas esta marmelada está digna de todos do sítio comerem, principalmente a Dona Benta!
    Um abraço, Queila

    ResponderEliminar
  12. Eu tb gostava bastante do Pica.pua amarelo.
    Obrigada por esta recordação acompnhada de marmelada
    :)
    Bjs
    Mané
    http://obolodatiarosa.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  13. Do que me foste lembrar! Eu adorava ver o sitio di pica pau amarelo. E marmelada também nunca dispenso, este ano já fiz a minha dose.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  14. Que saudades do Sítio! A marmelada em tabuleiros, com um sabor tão intenso. Nas mercearias com balcões de madeira e papel pardo para os pacotes... Parece uma viagem no tempo. Linda essa marmelada.

    ResponderEliminar
  15. Guida,
    as mercearias de outrora tinham um cheiro tão típico e agradável. Ainda me lembro do colorau vendido em cartuchos de papel pardo.

    a peu coix-pambolixocolata,
    eu adoro quando a marmelada fica assim vermelhinha.

    Gisela,
    também costumo fazer todos os anos. Já cheguei a fazer com vinho do Porto, e também fica muito bom.

    Mané,
    O Sítio do Pica-Pau amarelo era uma série muito interessante. Marcou. E a música mete-se no ouvido.

    Queila,
    acho que a Dona Benta, a tia Anastácia e as crianças iam adorar esta marmelada. Deliciosa.

    Sandra Batista,
    hoje andei todo o dia com a música na cabeça. Enquanto respondo aos comentários já a ouvi umas quantas vezes. Agora estou a ouvir a música da Cuca. :)

    Paula Mariana,
    muito obrigada.

    Patrícia,
    era preciso cuidado com a Cuca e com os seus feitiços.
    Eu adoro os Açores. Há dois anos estive na Terceira e adorei.

    Mónica, Fê e Moira,
    muito obrigada.

    Ondina,
    podes tentar fazer a marmelada como indico. Cuidado quando está a apurar pois quando se abre a panela tem tendência para salpicar ou melhor "espirrar" com força. Eu costumo usar umas luvas para proteger as mãos, pois uma vez quando a estava a mexer salpicou, e queimei-me.

    Under a Fig Tree,
    a Emília era uma boneca muito bonita. O Sítio do Pica-Pau amarelo era mesmo um sítio muito especial.
    Das mercearias antigas também me lembro da farinha Perdilecta. Dizia o anúncio que era para o avô e para a neta! É bom recordar esses tempos. Obrigada pelas tuas palavras, que para mim são de incentivo.

    Bélinha,
    muito obrigada.

    Sandra G.
    queijo e marmelada é uma excelente combinação. Sabe tão bem!

    Um beijinho e votos de boa semana.

    ResponderEliminar
  16. Fizeste-me viajar no tempo... que saudades.
    Eu também adorava esse programa (pena que agora não haja algo do género para os miúdos).
    A marmelada ficou com uma cor linda.
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. A tua marmelada ficou linda. Tambem ja fiz este ano, mas nao conhecia essa vertente com agua. mas pelo aspecto das fatias ficou de cortar a faca. beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Acho que o Sitio do Picapau amarelo e o Verão Azul são séries que nos marcaram a todos, fico comovida só de escutar os temas do genéricos. Por aqui continuo à espera de marmelos...

    ResponderEliminar
  19. Olá, Laranjinha. Vou-me juntar ao coro das meninas que gostavam do Sítio do Picapau Amarelo, que adoravam a Emília e tinham medo da Cuca :) Também adoro marmelada com queijo de S. Jorge. E com queijo da Serra também não fica nada mal. Com um copo de tinto a acompanhar, perfeito! Se voltares à Terceira, adoraria conhecer-te. E certamente que as minhas amigas bloggers também (as que ainda não conheces, claro ;) Beijos

    ResponderEliminar
  20. Eu adoro esta música, que toca muitas vezes no meu ipod enquanto faço as corridinhas da praxe. E o que apetece é mesmo uma marmelada desta depois para recarregar as energias! :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  21. Susana,
    a música fica mesmo no ouvido. Sim, depois de uma corridinha um pãozinho com marmelada é mesmo reconfortante.

    Ilídia,
    o Sítio do Pica-Pau Amarelo era uma série muito gira, cheia de valores. Eu adoro os Açores. Quando voltar à Terceira combinamos um encontro. Eu adoraria.

    Ana,
    a música é viciante. Dou por mim a cantá-la! :) Por cá a minha colheita de marmelos está a acabar.

    Bimboca,
    se quiseres também podes juntar vinho do Porto. Fica excelente.

    Conceição,
    também não me parece que agora haja séries parecidas com o Sítio do Pica-Pau Amarelo. Procurava aproximar os miúdos com o campo e as histórias com referências aos clássicos eram deliciosas.

    Um beijinho e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  22. porque é que a minha ficou amarela?
    Passa a marmelada com a varinha.? E quantos minutos leva a cozer? É preciso mexer sempre à medida que cozer? Tem tao bom aspecto a sua. Parabéns!

    ResponderEliminar