Próximos Workshops
Lisboa 8 de Dezembro de 2016
5a-feira:
17h00 - 18h00      Entradas e Petiscos para a Ceia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel

quinta-feira, 31 de março de 2016

Pudim Molotov com caramelo


O engenho na cozinha faz-se também de aproveitamentos. Para dar destino às claras que sobraram do pão-de-ló que fiz para a mesa de domingo de Páscoa decidi preparar um pudim Molotov.

Este pudim chama-se originalmente "pudim Malakof", nome dado em homenagem a uma fortaleza que protegia a cidade de Sebastopol, durante a guerra da Crimeia (1854-1855). Quando o general francês Pélissier tomou a fortaleza recebeu o título de Duque de Malakof. No entanto, a designação Molotov vem da troca de nomes. Durante a II Guerra Mundial, notabilizou-se o ministro dos negócios estrangeiros da União Soviética, Vyacheslav Mikalovich Skriabine, conhecido como Molotov. Confundindo os nomes, os portugueses designaram o pudim de Molotov.

Independentemente da designação, este é um pudim fantástico, leve, delicioso, que cá em casa adoramos!


Pudim molotov com caramelo

Ingredientes:
11 claras
11 colheres de sopa de açúcar
Uma pitada de sal
1 rodela de limão
1 colher de sopa de caramelo líquido
Margarina para untar a forma

Ingredientes para a decoração:
Caramelo líquido q.b.
Amêndoa laminada tostada


1. Bater as claras em castelo bem firme com uma pitada de sal e umas gotas de sumo de limão, espremendo a rodela. Adicionar as colheres de açúcar uma a uma e ir batendo, a cada adição. Por fim, adicionar o caramelo e bater mais um pouco.

2. Untar uma forma de chaminé com margarina. Colocar o preparado na forma, alisar a superfície e bater com o fundo da forma numa superfície plana, para sair o ar entre as claras.

3. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 11 minutos, num tabuleiro, em banho-maria, com água quente. Desligar o forno e deixar ficar mais 30 minutos. Passados os 30 minutos, abrir um pouco a porta do forno e deixar arrefecer.

4. Depois de frio, desenformar. Regar com uma a duas colheres de caramelo líquido e decorar com amêndoa laminada tostada.

20 comentários :

  1. Está lindo! Como tudo o que tu fazes! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Cozinha100segredos.
      :)
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Isabel! Tenho uma grande frustração... Pois é! Os meus vão todos abaixo.
    Vou experimentar o teu.
    Beijinho
    http://postigodosmeusdoces.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Céu,
      bater bem as claras. Coloco 1 colher de sopa de açúcar por clara. E no forno, tempo de cozedura é 1 minuto por clara. A água para o banho-maria deve estar quente, costumo ferver a água e colocá-la no tabuleiro. Não abrir o forno.
      Experimente e depois diga-me como correu.
      Um beiinho.

      Eliminar
    2. Obrigada, Isabel! Vou experimentar. :)
      Beijinho

      Eliminar
  3. Que lindo ficou o teu molotov.
    Nunca experimentei, tenho medo que abata.
    Acabo sempre por fazer farófias ou pavlova para aproveitar as claras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fátima,
      fica óptimo. Da próxima vez experimente fazer seguindo esta receita. Depois diga-me o resultado.
      Um beijinho.

      Eliminar
  4. Está delicioso. Lindo, lindo...
    Bjs

    http://bimbysaboresdavida.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tânia,
      obrigada.
      Cá em casa adoramos.
      Um beijinho.

      Eliminar
  5. Que beleza! O meu abate sempre!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla,
      penso que o truque, para além de bater as claras muito bem, é nunca abrir o forno enquanto coze e arrefece. Passados os 30 minutos, abro um bocadinho a porta do forno e deixo arrefecer mais um pouco.
      É uma sobremesa tão simples mas tão boa.
      Um beijinho.

      Eliminar
  6. Costumo fazer quando faço o pão de ló húmido para aproveitar as claras.
    É delicioso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clara,
      pão-de-ló húmido para aproveitar claras, como faz?

      Eliminar
    2. Faço um pão de ló húmido divinal,
      Bato 4 ovos com 150g de açucar durante 10 min depois junto 8 gemas uma a uma e bato mais 10 min e por fim envolvo 75g farinha. Forno 15 min
      Com as 8 claras que sobram faço o Molotof.
      Experimente que vai gostar.
      Beijinhos

      Eliminar
    3. Olga,
      peço desculpa. Não sei onde fui buscar a Clara! :(
      Parece-me uma boa ideia. Tenho que experimentar.
      Obrigada.
      Um beijinho.

      Eliminar
  7. Adoro o pudim Molotov, mas depois de cozidos, quando tiro vão sempre abaixo. Vou experimentar mais esta sua receita. Na Páscoa fiz o folar das rosas com gila e amêndoa e as cenouras no forno e todos em casa adoram. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria,
      experimente e depois diga-me como correu.
      Obrigada. Fico muito contente por terem gostado.
      Um beijinho.

      Eliminar
  8. que bela receita!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Olá,
    Eu faço o Molotov e fica sempre bem, mas passadas algumas horas começa a aparecer uma "aguadilha" no prato! Não sei se é o caramelo a soltar-se ou as claras a quererem liquidificar...
    Já me lembrei pôr uma colher de chá de Maizena mas tenho receio de estragar...

    ResponderEliminar
  10. Olá,
    Eu faço o Molotov e fica sempre bem, mas passadas algumas horas começa a aparecer uma "aguadilha" no prato! Não sei se é o caramelo a soltar-se ou as claras a quererem liquidificar...
    Já me lembrei pôr uma colher de chá de Maizena mas tenho receio de estragar...

    ResponderEliminar