terça-feira, 21 de Abril de 2009

Salada de tagliatelle com rúcula e queijo feta

Na sexta-feira passada tive a oportunidade de assistir a duas experiências de gastrononomia molecular. Uma receita de gelado feito com dois iogurtes, um pacote de natas e doce de morango. Até aqui nada de especial, mas o mais espectacular estava para vir. O gelado foi preparado com azoto líquido. O azoto líquido permite um abaixamento de temperatura rápido, o que permitiu a confecção do gelado em poucos minutos e com um efeito fantástico devido ao "fumo" que se liberta. Devido à rapidez de execução até existe um record mundial de 20,91 segundos para 1 litro de gelado, segundo informação distribuída no local. Depois de ver fazer, claro que quis provar e não me desiludi.

A minha segunda experiência foi com alginatos. Demonstrou-se o processo de gelificação do alginato produzindo algo parecido com o caviar, mas com sabor a groselha, numa solução de cálcio. Para mim pareciam bolinhas pequeninas, perfeitas, de gelatina de morango. Enquanto assistia e depois quando também tive a oportunidade de pegar na pipeta e de fazer as bolinhas houve uma senhora que me disse que já tinha feito a mesma experiência mas com Moscatel e que tinha muito mais piada. As bolinhas de alginato poderiam ficar todas com a mesma consistência ou com líquido por dentro, dependia do tempo que estavam na solução de cálcio.

Depois de um dia cheio de experiências e que tinha começado bem cedo cheguei a casa ao final do dia com pouca vontade de cozinhar. Apetecia-me algo que não fosse muito complicado. Reparei que tinha uma embalagem de massa tagliatelle fresca no frigorífico e, sem pensar muito mais decidi que este seria o ingrediente principal do nosso jantar.

Ingredientes:
250 g de massa tagliatelle fresca
200 g de ervilhas (usei congeladas)
100 g de queijo feta cortados em cubos
100 g de rúcula selvagem
100 g de milho (usei de lata)
50 g de azeitonas
30 g de pinhões
raspa e sumo de 1 limão
manjericão fresco
6 colheres de sopa de azeite
sal
pimenta de moinho
queijo parmesão ralado

1. Cozer a massa seguindo as indicações da embalagem em água temperada com sal.

2. Depois da massa cozida escorrer bem. Para que a massa não pegue passá-la por água fria.

3. Cozer as ervilhas. Depois de cozidas escorrer e reservar.

4. Numa frigideira anti-aderente torrar os pinhões e reservar.

5. Colocar a massa numa taça. Juntar o queijo feta, a rúcula e a raspa de limão. Temperar com sal e pimenta a gosto. Adicionar as ervilhas, as azeitonas, o milho, os pinhões e folhas de manjericão.

6. Com uma vara de arames pequena bater o azeite com o sumo de limão. Regar a salada com este molho e mexer.

7. Servir a salada com queijo parmesão ralado.



Esta receita é da revista espanhola Comer Bien nº 142 de Junho de 2007 com umas pequenas alterações.

Daqui a umas horas parto para outras experiências gastronómicas agora rumo a Bolonha, Itália. Espero conseguir dar notícias.

9 comentários:

  1. que belo prato!
    aproveito para desejar uma ótima viagem e experiências ainda mais fascinantes!
    =)

    ResponderEliminar
  2. Eu gosto muito de saladas com massa, mas geralmente uso massas curtas, nunca experimentei com tagliatelle.
    Interessante e bem bonita. :)

    ResponderEliminar
  3. Que delícia de salada
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Que experiências saborosas estas que descreve no seu blog. Também acho a gastrononomia molecular uma verdadeira e agradável surpresa tanto para os olhos como para a boca. Boa viagem e boas experiências gastronómicas...não se esqueça de dar notícias. Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Cá esperamos pelas notícias gastronómicas (e outras) de terras transalpinas! Boa viagem e uma maravilhosa aventura italiana. ;)

    Bj grande

    ResponderEliminar
  6. Adoro massas mas adoro ainda mais queijinho feta :)
    Boa viagem!

    ResponderEliminar
  7. Olá!

    Felizmente, na universidade temos a oportunidade de experimentar e estudar todas as texturas.
    Acredito que seja emocionate assistir a tudo isso, ainda o é para mim...o processo das esferificações é realmente engraçado! :)

    Esse prato de tagliatelle deve ter ficado óptimo!...eu adoro massas e cá em casa comemos imensas vezes!...um dia destes experimento esta! ;)

    Beijinho!

    ResponderEliminar
  8. um belo prato de massa cai sempre bem.
    boa viagem por italia, por acaso um dos destino que adorava conhecer.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Que tenhas uma boa viagem e tragas muitas histórias para contar!E fotografias lindas também!
    Bjs.Bombom

    ResponderEliminar