Próximos Workshops
Algés 23 de Setembro de 2017
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para o Outono
Porto 30 de Setembro de 2017
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas Rápidas para o Jantar
 
 
15h30 - 19h00      Vamos Fazer Pão?

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Vamos fazer pão: Trança de Natal


Faltam já tão poucos dias para o Natal. Ou melhor, faltam apenas nove dias para a chegada deste dia tão esperado. Este fim-de-semana vou a Santarém buscar a abóbora para os fritos de Natal, escolho sempre a maior de todas ou a que tenha alguma particularidade curiosa. Tornou-se uma pequena tradição. Para a semana, faço os últimos presentes comestíveis para os cabazes. E embrulho os presentes que ainda faltam. Este fim-de-semana, no sábado de manhã vou estar com um showcooking no Mercado Municipal em Abrantes, às 10h30, dedicado a presentes de Natal comestíveis e no domingo, será em Lisboa, no Mercado de Natal de Alvalade.

O meu contributo para as festas de Natal tanto do lado da família do Ricardo como da minha, é sempre na parte dos doces. De há uns anos para cá comecei a fazer o bolo-rei e este ano decidi fazer também uma trança com os sabores de Natal. A trança é feita com uma massa lêveda doce enriquecida com frutos secos e frutas cristalizadas. O Natal é uma época tão especial para fazermos pão!

Depois da trança cozida, deixei arrefecer, enrolei com película aderente e congelei. No dia 24 de Dezembro de manhã, descongelo-a e coloco-a num prato bonito. Se for necessário, volto a polvilhar com açúcar em pó. Há coisas que podem ser preparadas com antecedência de modo a podermos ter um Natal mais descansado e desfrutar, com alegria, dos momentos passados em família.


Trança de Natal

Ingredientes:
500 g de farinha de trigo T55
25 g de fermento fresco de padeiro
60 ml de leite morno
40 g de manteiga sem sal
100 g de açúcar
30 ml de rum ou vinho do Porto
4 ovos médios
1 colher de café de canela
1 colher de café de gengibre em pó
Sal fino q.b.
50 g de amêndoa triturada (granulada)
65 g de nozes
150 g de fruta cristalizada
1 ovo para pincelar
8 cerejas cristalizadas para decorar
Amêndoa lâminada q.b. para polvilhar
Açúcar em pó q.b.


1. Colocar 100 g de farinha numa taça. Adicionar o fermento previamente dissolvido no leite morno. Mexer até a massa ter absorvido o líquido. Formar uma bola. Tapar a taça e deixar levedar durante 30 minutos.

2. Colocar o pré-fermento já levedado numa taça. Adicionar a restante farinha, a manteiga, o açúcar, o rum, os ovos previamente batidos, as especiarias e o sal.

3. Misturar os ingredientes e depois amassar durante cerca de 8 a 9 minutos.

4. Adicionar a amêndoa, as nozes picadas e a fruta cristalizada, previamente passada por água e picada. Amassar para incorporar as frutas na massa.

5. Formar uma bola com a massa. Tapar e deixar levedar durante 1 hora ou até dobrar de volume.

6. Dividir a massa em três porções iguais. Formar 3 rolos ou tiras com aproximadamente 37 cm de comprimento cada, se necessário polvilhar a superfície de trabalho com um pouco de farinha. Unir as extremidades dos rolos e entrançá-los de modo a obter uma trança. Se os rolos tiverem muita farinha, pincele-os com um pouco de água para se unirem mais facilmente.

7. Colocar a trança num tabuleiro de forno polvilhado com farinha ou forrado com uma folha de silicone ou papel vegetal untado. Tapar e deixar levedar durante 30 minutos.

8. Pincelar a trança com o ovo batido. Decorar com as cerejas cristalizadas, previamente passadas por água para retirar a camada exterior de açúcar. Polvilhar com a amêndoa laminada.

9. Levar ao forno previamente aquecido a 180ºC durante aproximadamente 35 minutos.

10. Ao sair do forno polvilhar com açúcar em pó.

7 comentários :

  1. Que linda trança,...deve estar deliciosa!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mary,
      é uma excelente alternativa ou complemento ao Bolo-rei na mesa de Natal.
      Obrigada.

      Eliminar
  2. Que lindo pão, Isabel.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2016/12/peixe-chefe-novamente.html

    ResponderEliminar
  3. Importa denunciar a inexistência de avisos da venda de bebidas alcoólicas e em locais abertos ao público, e proibindo a prática destas actividades relativamente a menores de idade.

    Reporto esta situação quando reparei que os adolescentes de um centro de formação profissional tem a prática de comprar bebidas sem que até hoje essa prática tenha sido advertida através de aviso visível  como determina Decreto-Lei n.º 106/2015 de 16 de junho artigo4º.

    Tal prática deve ser desencorajada (a venda de bebidas alcoólicas a menores) tanto mais que no fim do ano e natal estes aproveitam o fim das aulas para experiências.

    ResponderEliminar
  4. Maravilhosa! A minha está a levedar...

    ResponderEliminar