Próximos Workshops
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 18 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 12h00      Presentes de Natal na mercearia Morteiro & Santos

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Sopa de couve-flor e coentros, para comer e emagrecer


Para mim, ontem, foi um dia especial. A Catarina Beato do blogue Dias de uma Princesa, lançou o seu segundo livro e endereçou-me um convite que me deixou muito feliz. O lançamento de um livro é sempre uma ocasião muito especial, e estar ao lado da autora a apresentar a sua obra, foi para mim, um motivo de orgulho. Apresento aqui o texto que preparei para ontem:

Há coisas importantes na nossa vida. Enumeramos facilmente que gostávamos de comprar um carro, ir de férias, mudar de casa. Mas uma dessas coisas mesmo importantes e que nem sempre valorizamos é a comida. O modo como nos relacionamos com ela determina muitos aspectos da nossa vida e principalmente o nosso bem-estar, a nossa motivação para fazermos aquilo que gostamos. Quando nos sentimos bem com nós mesmas, somos invencíveis. Tudo é possível.

A Catarina e eu temos a comida entre nós. Conhecemo-nos num jantar, e a empatia foi tão grande que parece que nos conhecíamos há muito tempo. Fez-me o convite para a apresentação também num almoço! Percebi que é uma mulher apaixonada pela família, pelos filhos, pela mãe que é o seu porto de abrigo e pelo pai, que nunca esquece. Uma das coisas que me marcou foi a sua força, a sua motivação em querer, mais do que emagrecer, queria comer melhor. Achei muito curiosa esta preocupação. A azáfama dos nossos dias, levam-nos a querer alimentar-nos e esquecemos da importância que é comer.

Em relação ao seu livro, Dieta das Princesas, que está super amoroso, com uma capa linda, e escrito de forma intimista, com a qual facilmente nos identificamos. É um livro, ou melhor, um diário de um percurso pessoal que levou a autora numa viagem não só para emagrecer mas para viver com qualidade, para se sentir bem com o seu corpo, para mudar os seus hábitos alimentares no sentido de comer melhor e consequentemente, ser feliz. Desejo partilhado com tantas mulheres.

A comida é muitas vezes uma forma de compensação, um refúgio, para acalmar um vazio, a ansiedade. Merecemos todos os quadrados de chocolate do mundo, os gelados, as fatias generosas de bolos que possamos imaginar. Todas nós sabemos o que isso é. Sabe tão bem!

Perante tudo o que efectivamente merecemos há uma altura em que o nosso corpo se ressente, "zanga-se connosco", como a Catarina refere. E há que agir no sentido de mudar. Dieta das Princesas é um guia que nos mostra que é possível mudar.

O caminho que a autora nos propõe é em primeiro lugar pessoal. Perceber que compensações procuramos na comida e o que estamos dispostos a fazer, que objectivos queremos atingir para nos sentirmos bem com o nosso corpo e aumentar a nossa auto-estima. Depois disto, a partir daqui, é seguir viagem.

Dieta das Princesas está organizado por semanas. Para cada semana existe sempre uma sugestão de ementa. Para além das ementas, o livro tem também receitas, fáceis de seguir. Sugestões muito práticas. As receitas ajudam imenso quem está a começar uma mudança na sua alimentação e muitas vezes não sabe o que fazer. Para além disso o livro ajuda também e apresenta um exemplo da primeira lista de compras.

O livro está cheio de dicas, práticas e fáceis que ajudam a atingir os objectivos. Uma das dicas que adorei, foi um pequeno conselho, registarmos ao final de cada dia o melhor desse dia, as coisas boas a que nos devemos agarrar para continuar. E criamos uma wish list, uma lista de desejos para nos premiarmos pelas metas alcançadas. Tem também testemunhos e explicações técnicas sobre os diferentes assuntos, nomeadamente a importância do exercício físico. Aconselha-nos também a rever o nosso guarda-roupa com a ajuda de uma consultora de moda. Confesso que adorei esta ideia. Este caminho que a Catarina traça é importante. Não é só fazermos dieta ou exercício, é importante envolver no processo quem nos ajude a conseguir os objectivos.

Este é um livro para todas as princesas que queiram ou que gostem de cuidar de si.

Mesmo que a vida se resolva sozinha, às vezes temos que lhe dar um empurrãozinho. A Catarina, sem saber foi uma inspiração para mim. Foi o empurrão que precisava. A força de vontade, a energia, o cuidado que teve em querer cuidar mais de si, do seu corpo levou-me também a perceber que estava na altura de embarcar numa viagem. Também eu me quero sentir mais feliz comigo. O equipamento para as corridas já está quase completo. Só me faltam os ténis!

Espero que este livro, seja para todas as mulheres um motor de motivação para cuidarem mais de si, melhorarem a sua alimentação e serem (ainda) mais felizes!


E como hoje se falou de dieta, deixo-vos uma sugestão para quando se quer emagrecer sem esforço. Introduzir no início das refeições, numa primeira fase, sopa sem batata, cenoura ou até abóbora.

Ingredientes:
750 g de couve-flor
380 g de alho-francês sem rama
2 cebolas
2 dentes de alho
1 dl de azeite
40 g de coentros
Água q.b.
Sal e pimenta-preta


1. Colocar numa panela, a couve-flor cortada, o alho-francês às rodelas, as cebolas e os dentes de alho picados grosseiramente. Temperar com sal e pimenta-preta a gosto. Regar com água até cobrir os legumes e levar ao lume.

2. Quando os legumes estiverem cozidos, adicionar o azeite e o ramo de coentros. Triturar com a varinha mágica. Se necessário retificar os temperos. Servir quente.


Esta receita é inspirada numa sopa clássica francesa de batata e alho-francês.

9 comentários :

  1. isabel! que bom que foi conhecer-te ;) ontem! gostei muito da nossa pequena conversa sobre dietas e maionese caseira!! um beijinho grande

    ResponderEliminar
  2. Bom bom era começares a fazer umas receitas para emagrecer tal como fizeste hoje, para mim comer bem implica trabalho e organização, procurar receitas saudáveis e variar. Ninguém aguenta muito tempo com peixe cozido e bifes grelhados.

    Boa sorte para a nova etapa, pelo que te conheço qualquer dia vais ser a nova Rosa Mota. bjs

    ResponderEliminar
  3. O livro realmente é amoroso... Por isso é que o comprei. Maa depois percebi que é plágio da dieta da Kate Pedro Nunes e de receita de várias amigas minhas- e devolvi-o. Acho triste e vergonhoso aproveitar-se assim das outras pessoas....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é plágio da dieta da Kate Pedro Nunes.... É A DIETA da Kate Pedro Nunes porque a Catarina fez a dieta com ela!! E se está a contar o seu percurso é normal que ponha lá a dieta que fez.
      Quanto às receitas está devidamente identificada as autoras delas!

      Eliminar
    2. Miriam, isso tem uma lógica.... Se eu for a um nutricionista tenho direito a publicar a dieta dele? Sem autorizacao? Sem o referenciar como autor da dieta? Desde quando??? O que a Catarina fez é crime e como qualquer crime n é justificavel

      Eliminar
    3. E obviamente n acho q a Catarina tenha de ir presa por isto. Mais, ate acho q ela tem mérito por ter chegado tao longe. Só acho q o q ela fez demonstra uma brutal falta de carácter. That's all.

      Eliminar
    4. E muitas receitas como por exemplo a do polvo, a do atum etc n estao identificadas. Estao copiadas c as devidas gralhas... Pergunte-lhe o q é q deve fazer à agua do polvo...

      Eliminar
  4. Experimentei esta sopa hoje ao almoço e o resultado ficou muito bom :) A repetir!

    ResponderEliminar
  5. Experimentei no fim de semana e é realmente muito boa! Obrigada pela dica, até porque estando de dieta estava mesmo a precisar de ideias! A repetir! ;) Beijinho

    ResponderEliminar