sexta-feira, 3 de abril de 2020

Pão de espelta e trigo


Adoro pão! E quando colocamos na mesa, para a família, pão feito por nós, é tão gratificante. Pão é vida, é amor. É alimento primordial.

Em tempos de recolhimento, fazer pão revela-se uma necessidade. Podemos fazer pão de muitas maneiras. Podemos misturar farinhas e fazermos pães únicos e especiais. O pão feito por nós, é sempre especial.

Para fazermos pão precisamos de farinha, água, sal e de levedura, que pode ser fresca ou seca. Aconselho a terem sempre em casa levedura seca de padeiro, que se encontra à venda nos supermercados. Para além de a podermos usar directamente na massa, pois não precisa de ser hidratada previamente, tem uma durabilidade muito maior do que a levedura fresca.

A receita que partilho, hoje, foi desenvolvida a convite da Fermipan. Fermipan é um fermento feito à base de leveduras e isento de glúten. É ideal para todo o tipo de massas lêvedas. Quer façamos pão regularmente ou não, ter uma embalagem de Fermipan à mão ajuda!
Vamos fazer pão?


Pão de espelta e trigo

Ingredientes:
300g de farinha de espelta branca T630
50 g de farinha de espelta T1050
150 g de farinha de trigo T65
10 g de sal fino
1 colher de sopa de mel
7 g de Fermipan
350 g de água
Azeite q.b.


1. Colocar as farinhas numa taça. Regar com a água e misturar com uma espátula. Mexer. Assim que toda a farinha estiver envolvida com a água, tapar a taça e deixar descansar 10 minutos.

2. Adicionar o sal, o mel e o Fermipan. Mexer e começar a amassar.

3. Amassar, à mão na bancada da cozinha, cerca de 8 a 10 minutos.

4. Untar a taça com um pouco de azeite. Colocar a massa na taça e tapar.

5. De cinco em cinco minutos, puxar as pontas da massa no sentido do centro. Repetir esta operação três vezes.

6. Deixar a massa levedar, tapada, durante 30 minutos.

7. Cinco minutos antes do fim do tempo, aquecer o forno a 230ºC com um tacho de ferro fundido lá dentro.

8. Colocar a massa numa superfície enfarinhada, e enrolar um pão. Colocar num cesto de fermentação polvilhado com farinha, se não tiverem usem uma taça, forrada com um pano polvilhado com farinha. Tapar a massa e deixar descansar cerca de 20 minutos.

9. Assim que o forno estiver quente, colocar o pão no tacho. Tapar. Deixar cozer durante 30 minutos. Retirar a tampa ao tacho e deixar cozer mais 15 a 20 minutos, ou até ficar dourado.

10. Depois de cozido, retirar o pão do tacho e deixar arrefecer numa grelha.

19 comentários :

  1. Já fiz esta receita e ficou um pão maravilhoso. Beijinhos .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cozinha com a Kika,
      obrigada. Que bom.Fico tão contente.
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Parece-me muito bem! Desde que estou em casa, já fiz três tipo de pães diferentes, Pão de Deus de batata doce, Pão de cereais, sementes e alfarroba e hoje de trigo normal.
    Vou mesmo continuar a experimentar...

    Beijos e abraços
    Sandra C.
    bluestrass.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sandra,
      fazer pão é tão gratificante.
      Espero que gostes deste.
      Um beijinho.

      Eliminar
  3. Olá. Qual a diferença da farinha 630 e 1050? Costumo comprar no Aldi mas não sei as diferenças. Obrigada

    ResponderEliminar
  4. Bom dia parabéns pelo seu blog fantástico. Não tenho panela de ferro fundido posso assar o pão de outra forma?
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rodrigues,
      pode cozer num tacho de inox, vidro ou de barro. Não é igual ao ferro fundido, mas resulta.
      Ou pode cozer de forma tradicional, no tabuleiro do forno.

      Eliminar
  5. Estou a pensar fazer este pão. Como está esgotado o Fermipan, qual a correspondência para o fermento de padeiro?. Obrigada. Parabéns pelo seu blog. Fantástico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      muito obrigada. Pode usar 20 a 25 g de fermento de padeiro fresco.

      Eliminar
  6. Ok. Muito obrigada. Uma Santa Páscoa. Clara

    ResponderEliminar
  7. Bom dia! Se quiser utilizar fermento natural, qual a quantidade? É igual ao fermento de padeiro fresco?
    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Elisabete,
      não existem uma equivalência entre este fermento e o fermento natural.
      Mas para 500 g de farinha, pode-se usar 100 ou 150 g de fermento natural. Os pães com fermento natural têm uma fermentação mais lenta. Por isso, muitas vezes se deixar a massa a levedar no frigorífico de um dia para o outro.

      Eliminar
    2. Ok. Então a quantidade a usar poderá variar consoante a potência do fermento natural e as farinhas utilizadas?
      (Tenho lido os seus textos sobre o fermento natural e ficou a dúvida.. vou experimentar fazer pão com o fermento natural)
      Obrigada

      Eliminar
    3. Elisabete,
      sim. Irá depender. Mas normalmente uso 100 ou 150g.

      Eliminar