quarta-feira, 16 de Junho de 2010

Salada de massa pevide

Há umas semanas atrás fui ver o filme Estômago, realizado pelo brasileiro Marcos Jorge. O filme conta a história de Raimundo Nonato que chega a São Paulo vindo do Nordeste. Sem dinheiro, fica alojado e a trabalhar num pequeno café. Aí começa a demonstrar a sua arte para a cozinha. Faz umas "cochinhas" maravilhosas. Apaixona-se por Irina, uma prostituta que é louca por comida.


Do pequeno café, passa a trabalhar num prestigiado restaurante de comida italiana, onde tem a possibilidade de melhorar os seus conhecimentos. Paralelamente a esta ascensão, vamos conhecendo o dia-a-dia do protagonista numa prisão e o modo como os seus dotes para a cozinha o ajudam a ter prestígio junto dos seus colegas de cela. Apenas no final, sabemos que crime Nonato cometeu para ir parar à prisão.

Gostei bastante do filme, apesar de algumas vezes não perceber o que era dito, devido ao sotaque bem fechado dos personagens. Apesar de ser em português, houve alturas em que achei que deveria ter legendas. :)

Gostei de ver a paixão pela comida de Irina, a visita ao mercado e algumas explicações do dono do restaurante italiano e claro, o modo como Nonato melhora a comida da prisão.

Esta receita é muito simples e rápida de se executar, excelente para quem tem pouco tempo para jantar antes de ir ao cinema. ;)

Ingredientes:
1 embalagem de massa pevide
2 tomates cortados em cubos
1/2 pepino cortado em cubos
100 g de queijo feta cortado em cubos
1 cebola roxa picada
azeitonas
sal
azeite
vinagre balsâmico
um raminho de coentros

1. Cozer a massa pevide em água temperada com sal. Depois de cozida, escorrer, passar por água fria e deixar arrefecer.

2. Numa saladeira juntar o tomate, o pepino, o queijo, a cebola e as azeitonas. Por fim adicionar a massa pevide.

3. Adicionar um raminho de coentros picados, temperar com sal, azeite e vinagre balsâmico. Mexer muito bem.

Apesar de sugerir o uso de sal, cá em casa neste tipo de saladas já o deixei de colocar. Como faço umas boas saladas e muitas das vezes sobra, comecei a optar por temperar a salada no prato.


A receita original no seriouseats.com.

14 comentários:

  1. Que frescura!...
    Quem me dera ser o almoço... já!
    Babette

    ResponderEliminar
  2. Uma bela saladinha, sim senhora!!!!

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  3. Já vi o filme e claro, gostei imenso! O humor, as cenas com a comida e a Irina a comer as famosas cochinhas feitas pelo Nonato, com a pimenta a escorrer!Acabei de ver o filme com vontade de comer cochinhas e "Romeu e Julieta", o misto de goiabada e gorgonzola, lembras-te?
    Bom, mas o que me trouxe aqui foi a tua salada de pevide. Bem ao meu gosto, massa com vegetais, feta e coentros que eu adoro!
    Uma delícia!

    Beijinhos:)

    ResponderEliminar
  4. Tem um aspecto fantastico, deve ser delicioso :)

    ResponderEliminar
  5. Ficou linda e muito apetitosa, adorei a receita! Bjinhos

    ResponderEliminar
  6. A massa está uma beleza de linda e, imagino, estivesse uma delícia. O filme não vi mas vou ver se consigo ver, pois fiquei bem interessada...
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  7. nao conhecia este filme.
    mas olha que bela recita que tiraste de la
    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Parece que já tenho vontade de ver o filme outra vez. Chegaste a ir ao site fazer o download do livro das receitas do filme?
    Está aqui: http://www.estomagoofilme.com.br/multimidia.htm
    Para fazer o download passa quase despercebido, está junto ao tacho em cima do fogão. Vais ficar deliciada porque tem coisas muito boas e está com uma apresentação engraçada.
    A saladinha ficou perfeita :)
    Beijinho
    Moira

    ResponderEliminar
  9. Parece-me uma bela sugestão cinematográfica e gastronómica :)

    ResponderEliminar
  10. Já vi o trailer do filme e também fiquei com vontade de ver! A salada tem óptimo aspecto :-)
    Teresa (Lume Brando)

    ResponderEliminar
  11. Olá Mónica,

    sim, lembro-me muito bem do misto de goiabada e gorgonzola. Fiquei com uma vontade imensa de experimentar.
    À saída do cinema, na conversa que tive com alguns amigos, associei essa combinação a outra bem portuguesa, queijo da ilha e marmelada, que adoro.

    Um beijinho grande,

    ResponderEliminar
  12. Moira,

    muito obrigada pela dica. Já fiz o download do livro.

    Um beijinho,

    ResponderEliminar
  13. Olá, tenho que concordar com a necessidade de legenda em alguns trechos do filme. Mesmo eu que sou brasileira tive algumas dificuldades - tenho aqui no blog também, e fico muito contente quando existem fotos dos ingredientes ainda crús, pois mesmo falando português, algumas coisas tem outros nomes... - o Brasil é bem grande e com aspectos bem diferentes de fala entre as regiões.
    Adoro comer Romeu e Julieta, a versão tradicional mesmo, com queijo branco e goiabada. O queijo branco (de Minas) é bem fresco e com um sabor muito mais suave que o gorgonzola.
    Ia sugerir o livro de receitas do filme. É muito legal, mas vi que já indicaram o site, sendo assim, só resta parabenizar pelo blog e agradecer pelas deliciosas receitas.

    ResponderEliminar