Próximos Workshops
Lisboa 8 de Dezembro de 2016
5a-feira:
17h00 - 18h00      Entradas e Petiscos para a Ceia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel

terça-feira, 4 de junho de 2013

Doce de nêspera e como a minha vida mudou ...


Divido parte da minha vida entre o meu trabalho e as tarefas domésticas associadas à vivência a dois numa casa, ou melhor, num pequeno apartamento. Apesar de o Ricardo e eu dividirmos tarefas, confesso que dava muitas vezes por mim a pensar que seria excelente ter uma ajuda extra, que me libertasse algum tempo para me dedicar ao que eu gosto e que me dá cada vez mais prazer fazer, que é cozinhar, ler e escrever sobre comida.

E a minha vida doméstica mudou verdadeiramente a partir do momento em que recebi um iRobot Roomba 620. Cá em casa é carinhosamente apelidado de iBichinho, já podem ver o modo como andamos encantados com esta máquina "inteligente". Karel Capek, nunca sonharia que quando nos anos 20 do século passado usou pela primeira vez a palavra robot - robota em checo significa "trabalho escravo" - que este termo se tornasse tão comum nos dias de hoje.

Sinto-me maravilhada com o trabalho do Roomba. Assim que o recebi, liguei-o à corrente para carregar a bateria e logo de seguida coloquei-o a trabalhar. A primeira coisa que fez foi aspirar a sala com um tapete de Arraiolos. E no final verifiquei que este aspirou a carpete como ninguém. Fiquei muito contente e pensei "iBichinho, já sabes o que vais começar a fazer a partir de agora".

Uma das dúvidas que tinha era se aspirava os cantos. Este modelo tem umas escovas protuberantes que em conjunto com jactos de ar, consegue remover a sujidade até mesmo nestas zonas de "difícil" acesso. Estas características associadas aos sensores de sujidade, fazem com que o Roomba decida ele próprio qual o trajecto e o número de vezes que passa por cada local. Faz menos barulho que um vulgar aspirador. Cá em casa coloco-o a aspirar a cozinha e a sala. O resto da casa, fica para a vez seguinte. Quando a área acessível está toda bem limpa ou quando precisa de carregar a bateria, o Roomba retorna à estação de controle para recarregar as forças. Precisa de trocar de filtro, aproximadamente, de dois em dois meses.


É tão confortável para mim, sair de casa e saber que quando voltar não me tenho que preocupar em aspirar. Muitas das vezes deixo-o sozinho a trabalhar e quando chego está feito. É um alívio, e sabe-me muito bem ter tempo para cada vez mais fazer o que gosto. Isaac Asimov, escritor de ficção científica, colocou nos anos 50, na sua obra Eu, Robot, estas máquinas ao serviço do homem nas tarefas domésticas. Se ainda fosse vivo, por certo gostaria de saber o quão acertadas estavam as suas ideias.

E por isso, num destes dias fui para a cozinha fazer doce de nêspera, que só poderia ser feito com tempo.

Doce de nêspera

Ingredientes
1600 g de nêsperas
500 g de açúcar
sumo de 1 laranja
sumo de 1/2 limão + 1 limão
1 pau de canela


1. Colocar as nêsperas numa taça com água e rodelas de limão à medida que são descascadas.

2. Retirar o caroço às nêsperas e colocá-las numa panela com açúcar por cima, à medida que se executa esta operação.

3. Adicionar o sumo de laranja e de limão, e o pau de canela.

4. Levar ao lume e deixar ferver. Quando a fruta estiver cozida, triturar com a ajuda da varinha mágica.

5. Assim que obter o ponto estrada, retirar do lume e guardar em frascos esterilizados.


As nêsperas oxidam num instante e por isso, primeiro retirei-lhes a casca e só depois o caroço, para tentar minimizar o tempo de exposição ao ar. Enquanto o Roomba aspirava o escritório, eu fiz um chá, sentei-me na sala e comi umas deliciosas fatias de pão fresco com doce de nêspera. A minha vida doméstica mudou. É tão bom ter uma ajuda extra.

10 comentários :

  1. Ah Isabel, que sortuda! Ando há anos a suspirar por um Roomba: tenho uma colega que tem um e diz que nunca mas na vida voltou a pegar num aspirador...
    Quem sabe, um destes dias também tenho o meu iBichinho :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ondina,
      eu estou verdadeiramente encantada. É um alívio não ter que aspirar. Nos primeiros dias, nem imaginas não falava de outra coisa. O robot é mesmo muito eficiente. E para quem tem animais em casa, acho que é óptimo.
      Um grande beijinho.

      Eliminar
  2. Que feliz coincidência, acabei de comprar o meu roomba online na fnac, que estâo com uma promoção óptima, andava a fazer o mealheiro desde o natal, espero dentro de dias poder dizer o mesmo......:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cris,

      já fui espreitar a promoção da Fnac. :) Tenho a certeza que vais adorar o teu roomba.
      Um beijinho.

      Eliminar
  3. O teu Roomba seduziu-me, mas a compota de Nêspera não lhe ficou atrás.
    Já sabia que se podia utilizar a nêspera para esse fim, mas nunca experimentei, embora tenha muita curiosidade em provar. Neste momento, estou a ver as minhas a amadurarem de dia para dia e elas são tão gostosas (não têm nada a ver com as espanholas que se vendem por aí). Estou tentada a experimentar desta vez, talvez daqui por uns 15 dias, quando se puderem colher. Acho que este ano "não me escapa"!
    Bem, esse robot estava mesmo a calhar cá em casa! A minha coluna já não me deixa pegar no aspirador e até agora tem sido o "meu Ajudante" a desempenhar essa tarefa, mas também ele da última vez, ficou Knok out. Lá vamos nós espreitar essa promoção, mas...só se o Gaspar nos der o que nos tirou!!! Bjs. Bombom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bombom,

      eu adorei o doce de nêspera. O Roomba é uma excelente aquisição. Eu nunca mais peguei no aspirador! :)

      Um beijinho.

      Eliminar
  4. Olá

    Eu este ano também experimentei e diz doce de nespera. Cheguei a ver receitas aqui na net em que era com pele, mas eu retirei porque fica muito melhor. Mas a tua receita tem a parte do limao e laranja. Eu só tinha posto o pau de canela.

    Tens aqui um excelente blog. Gosto muito de ver blogues de cozinha, aprende se muito.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Bom dia, uma amigo que tem uma nespereira no quintal ofereceu-me muitas nêsperas, experimentei esta receita e ficou bom, mas muito líquido. Não sei se devia ter deixado mais tempo ao lume mas parecia nunca mais chegar ao ponto de estrada. (foi a primeira vez que fiz qualquer doce). Muito obrigada pelas receitas maravilhosas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catarina,
      os doces demoram um pouco a apurar.
      O teste para ver se está é colocar um pouco de doce num prato e com uma colher, fazer uma espécie de estrada, se as partes separadas não se juntarem é porque está no ponto.
      Obrigada.
      Um beijinho.

      Eliminar