Próximos Workshops
Lisboa 8 de Dezembro de 2016
5a-feira:
17h00 - 18h00      Entradas e Petiscos para a Ceia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Curd de morango


Quando me perguntam qual a minha fruta preferida, confesso que tenho alguma dificuldade em escolher uma só. Adoro fruta. Não passa um dia em que não coma pelo menos uma peça de fruta, senão duas ou três. Na fruteira durante todo o ano procuro ter maçãs. A preferida para o dia-a-dia é a royal gala, a que se segue a reineta, para assar no forno com vinho, especialmente nos dias mais frios ou chuvosos de Outono, em que começa a apetecer ligar o forno.

Nas peras, a escolhida é a pêra rocha. Este ano, com as várias idas ao mercado procurei trazer outras variedades produzidas também em Portugal e da zona Oeste. As bananas, é fruta comum cá por casa. E que bem que sabe uma bananinha! Vai bem com quase tudo, até com queijo da Ilha de São Jorge no final de uma refeição, em jeito de sobremesa improvisada.

De vez em quando, quando encontro ananases dos Açores bem perfumados, não resisto e trago para casa. Comido ao natural faz as delícias no final de uma refeição.

Não digo que não a uma taça de cerejas frescas e doces, a um pêssego maduro, às nêsperas beijadas pelo sol, aos alperces perfumados, a fazerem lembrar um campo de flores carregadas de pólen, e aos figos. Como eu adoro figos!

Assim que chegam os marmelos, os kiwis, os dióspiros e as romãs, tento sempre aproveitar este tipo de frutas o melhor que consigo. Marmelos salteados ou assados no forno com borrego, tão bons!

Desde que a Primavera nos traz os primeiros morangos que nunca mais cá faltam em casa. Em sumos, batidos, bolos, saladas, gelatinas, compotas e numa coalhada (curd), resultam na perfeição.

A receita, com uma das frutas preferidas cá de casa, que hoje vos deixo, foi desenvolvida para a edição de Maio/Junho de 2014 da revista Comer, inserida num artigo que escrevi sobre o morango.


Curd (coalhada) de morango

Ingredientes para 1 frasco de 550ml:
350 g de morangos
130 g de açúcar
10 g de amido de milho
3 ovos
30 ml de sumo de lima
Raspa de 1 lima
60 g de manteiga sem sal


1. Colocar os morangos numa panela pequena. Tapar e levar ao lume durante cinco minutos, tendo atenção para não deixar queimar os morangos.

2. Bater os ovos com o açúcar, o amido, a raspa e o sumo da lima. Adicionar a mistura aos morangos.

3. Levar o preparado de morangos e os ovos ao lume em banho-maria. Ir mexendo sempre até engrossar.

4. Retirar do lume e adicionar a manteiga.

5. Guardar ainda quente em frascos.


E vocês, qual a vossa fruta preferida? Quais as frutas que não podem faltar em vossa casa?

19 comentários :

  1. Delicious for so many dishes. ~ Catherine

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catherine,

      I love it in cakes!
      Thank you.

      Eliminar
  2. Adorei a receita, ISabel! Só não está indicada a quantidade de manteiga.Quanto leva?
    Bj,
    Lylia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lylia,
      obrigada. Leva 60 gramas.

      Um beijinho.

      Eliminar
  3. Olá Isabel!:)
    Que bela sugestão, deve ser realmente muito saboroso este curd de morango!!
    Vou ter obrigatoriamente de experimentar, adoro morangos, já estou a salivar, a pensar em como deve ser bom!!!!
    Beijinhos
    http://cozinha100maneiras.blogspot.de/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel,

      fica muito bom. Até se come à colherada! :)
      Um beijinho.

      Eliminar
  4. Curd, para mim só de limão, nada mais me tenta neste género de doce. Engraçado que costumo ter as mesmas frutas cá por casa - as maçãs rodam mesmo o ano quase todo, desde que as encontre e estejam boazinhas, que eu não sou esquisita. Já as peras, a rocha é favorita de marido e filho e por isso, a mais comprada, eu cá gosto mesmo é de Packham ou francesa, mais sumarentas e de polpa mais macia. Marmelos só em marmelada, que deixo a cargo do marido. As bananas, após ter passado o primeiro trimestre de gravidez a enfardar bananas e massa folhada - não queria comer mais nada!! - confesso que enjoei e já nem as posso ver, e já lá vão mais de seis anos ahah, mas a minha cara metade precisa de ter sempre bananas em casa que é do mais práctico para comer no trabalho. Laranjas, clementinas e tangerinas, mal começa a sua época, tenho de as ter, adoooooro. Mas escolher uma fruta preferida, isso não consigo. Há frutas das quais não gosto, certo, tipo abacate, e outras coisas mais exóticas como maracujá e lichias, mas tentar lembrar-me de uma fruta que em preferência se sobreponha ás outras... há alturas em que me apetece mais isto, ou aquilo, não sei dizer, depende da época. Talvez figos, mas acho que é porque não os como há tantos anos.
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Miranda,
      tenho andado em experiências com os curds. Adoro figos!

      Um beijinho.

      Eliminar
  5. deve ser tão bommmm....
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Susana,

      aconselho a experimentar. Fica uma delícia.
      Um beijinho.

      Eliminar
  6. Uma ideia óptima esta. Eu gosto de várias frutas. Adoro laranjas e figos. Ao ler a sua receita surgiu-me a questão das quantidades para o caso de querer fazer curd de outras frutas: mantêm-se as quantidades se, por exemplo, quiser fazer um curd de banana, laranja ou maça?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Senta-te e Prova,
      obrigada. Sim, pode manter as quantidades.

      Eliminar
  7. adorei a receita , é tão apetitosa que dá vontade de ir correndo para faze-la. beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria Izabel,
      aconselho a experimentar. Fica muito bom.

      Um beijinho.

      Eliminar
  8. Gostaria de colocar uma questão: os morangos vão ao lume já em puré, certo?
    Obrigada! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      eu não os triturei. Cortados em pedaços, vão ao lume, acabam por ficar bem quase desfeitos. Mas se quiser, depois de irem ao lume, no ponto 1, pode desfazer em puré.

      Eliminar
  9. Fiz de pêssego e ficou divinal ������Obrigada pela partilha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico muito contente. De pêssego deve também ficar muito bom.
      Um beijinho.

      Eliminar