Próximos Workshops
Lisboa 8 de Dezembro de 2016
5a-feira:
17h00 - 18h00      Entradas e Petiscos para a Ceia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Pudim de mel do Algarve

No final do programa Paladares ao Sul, organizado pela Associação Sotavento Algarvio, as participantes receberam um cabaz com produtos algarvios e o desafio de (re)criarem receitas da cozinha desta região, como já referi neste post.

Do cabaz comecei pelos biscoitos de alfarroba, que desapareceram num instante, depois usei o piripíri com aguardente de medronho e, na receita de hoje vou usar o mel. A receita deste pudim de mel é do livro Dieta Mediterrânica Algarvia, que também nos foi oferecido durante o referido programa.



Ingredientes:
12 ovos
500 g de açúcar
2 colheres de sopa de mel
1 colher de sopa de azeite
raspa de 1 limão
1 colher de chá de canela
manteiga para untar a forma

1. Bater os ingredientes todos juntos.

2. Deitar a mistura numa forma previamente untada com manteiga.

3. Levar ao forno a cozer em banho-maria (cerca de uma hora em forno médio).

Este pudim fica intenso e bem doçinho.

Na receita original aconselham a servir o pudim no recipiente onde é confeccionado, mas eu optei por desenformar.

32 comentários :

  1. O pudim deve ser uma delícia! Pudera, com tantos ovos e açúcar...
    Ai! O peso da nossa cultura gastronómia depois mede-se na balança! lol
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Ai que belo pudim!!!
    Vou ter de experimentar, agora ando na fase dos pudins...

    ResponderEliminar
  3. Simplesmente lindo!! De tirar o chapéu (como se diz por aqui!!)!!!

    ResponderEliminar
  4. Que bom aspecto....
    Como gulosa que sou, fiquei com água na boca.

    Beijinhos e obrigada por partilhares aqui a receita.

    Marlene
    http://donadecasadesajeitada.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. lindissimo que ficou este pudim, bem bonitinho :)
    Fizeste bem em desenformar pois assim consegue se ver muito melhor esta delicia!!!
    Ainda por cima com mel que adoro.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Adorei o aspecto! Deve ficar fantástico! Tem mesmo um aspecto meloso e doce, bem ao gosto da nossa cozinha portuguesa! Sim senhora, que bela representação!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  7. Este pudim deve ser a loucura!!
    Que delícia.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. que boma calrica mas ja e tradiçao da nossa culktura

    umd ia nao sao dias
    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Tem um aspecto intenso, mas delicioso!!
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  10. Que aspecto delicioso.
    Vou guardar a receita =)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  11. Tem uma cor muito bonita este pudim...
    Uma excelente sugestão...
    Obrigado por partilhares...
    Beijinhos...

    ResponderEliminar
  12. Ficou com um aspecto irresistível...que tentação!
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  13. Que aspecto irresistível!!!!

    Beijocas :)

    ResponderEliminar
  14. Olá,
    Confesso que não sou grande apreciadora de mel mas... com um aspecto destes... lindo e apetitoso... dá vontade de experimentar!
    Marie

    ResponderEliminar
  15. Otimo blog :D
    http://artmusicblog.blogspot.com/ :)

    ResponderEliminar
  16. Já me puseste a babar com este magnifico pudim. Maravilhoso...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Ai meu Deus, nem sei que diga, até fiquei sem pio ao ver esta beleza. A consistência até ficou parecida com um favinho de mel :)

    ResponderEliminar
  18. Que delicia, tenho de experimentar, fiquei com agua na boca
    bjs

    ResponderEliminar
  19. Belo Pudim!
    Eu adoro pudins, apesar de não os fazer muitas vezes por razões óbvias ;)
    Este tem um aspecto muito parecido com um pudim de mel dos Açores cuja receita tenho perdida nos meus livros manuscritos.
    Que boa lembrança me trouxeste :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  20. Que aspecto delirante!!! uma cõr mesmo atraente!

    ResponderEliminar
  21. Vinha aqui à procura de uma receita de aletria e deparo-me com este belo pudim.
    Beijinhos

    PS-Podes visitar o meu blog?
    http://umacozinheiradopior.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  22. Fiz, é delicioso e muito fácil de fazer

    ResponderEliminar
  23. Já fiz e é mt docinho ;) só que teve de ficar 90min no forno (a 160º) pois no final de 1h ainda estava mt líquido!

    Fora isso correu td bem: desenformei-o e ficou direitinho, o que já foi uma vitória!

    Obrigada pelas receitas!

    Bjs

    ResponderEliminar
  24. comecei a fazer agora mesmo e saltou-me esta idéia , os ovos são inteiros , não são ?
    depois digo como ficou ....

    ResponderEliminar
  25. Diogo,

    sim, os ovos são inteiros. Espero que tenha corrido bem.

    ResponderEliminar
  26. quer dizer...saboroso ficou , mas ficou cinzentinho , assim , sem aquele amarelo luminoso do seu . talvez para a próxima . obrigado

    ResponderEliminar
  27. Já experimentei o teu pudim, um autêntico espectáculo! Adorei!
    Beijocas

    ResponderEliminar
  28. Como é que é isso de cozer em banho maria? A forma vai num tabuleiro com água mas a água deve chegar a que altura da forma?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo,

      cozer em banho-maria significa que a forma coze dentro de um recipiente/tabuleiro com água. A água deve corresponder a 2/3 da capacidade máxima do recipiente e esta nunca deve chegar a ferver.

      Espero ter ajudado.

      Eliminar
    2. Obrigado pela ajuda, Laranjinha.
      Algum truque para evitar que a água ferva?

      Eliminar
  29. A foto é o resultado final? Pergunto porque já vi pudim com o mesmo nome mas com aspecto diferente.
    Faço figas para que seja este o aspecto final. Até me babo!

    ResponderEliminar