Próximos Eventos
Pinhel 18 de Novembro de 2017
Sábado:
17h15 - 18h00      Showcooking Beira Interior – Vinhos & Sabores
 
Domingo:
14h30 - 15h15      Showcooking Beira Interior - Vinhos & Sabores
 
Lisboa 25 de Novembro de 2017
Sábado:
10h00 - 13h00      Workshop Doces e Receitas para a Mesa de Natal
Inscrições: escola@istofaz-se.pt   218 078 640 IstoFaz-se
Porto 2 de Dezembro de 2017
Sábado:
10h30 - 13h30      Workshop Doces de Natal
 
 
15h30 - 18h30      Workshop Receitas para Ofertas Natalícias

terça-feira, 13 de maio de 2008

Caldo de borrego com esparguete e ervilhas

Esta sopa lembra-me a minha infância. Quando era miúda, a maior parte das pessoas usava os produtos da estação. A variedade de produtos congelados ou enlatados era em muito menor quantidade. Na época das ervilhas esta sopa era uma opção.


Numa panela coloquei água, 1 cebola picada e um tomate bem maduro sem pele. Levei ao lume. Quando levantou fervura juntei dois pedaços de carne de borrego. Usei duas fatias de mão de borrego. Temperei com um pouco de sal. Depois da carne cozida, juntei massa esparguete partida em pedaços, o suficiente para uma pessoa. Convém que a sopa fique com caldo e não enxuta. Deixei ferver um pouco. De seguida adicionei ervilhas frescas. Tirei a tampa à panela para deixar cozer as ervilhas. Temperei com um pouco de azeite e rectifiquei o sal. Depois das ervilhas cozidas, retirei a panela do lume, adicionei-lhe um ramo de hortelã e seguiu para a mesa.

Ficou uma delícia. O caldo fica muito saboroso. Lembro-me da minha tia Lídia e da minha mãe fazerem esta sopa, mas de maneira ligeiramente diferente. O que as distingue é o tomate. A minha mãe costuma usar tomate e uma ou duas batatas picadas. Eu preferi fazer sem a batata. Se não estou enganada, nesta sopa, usavam fatias de pescoço de borrego.

Confeccionei esta sopa para o almoço de domingo. Algumas das ervilhas que trouxe do meu passeio pelo campo foram usadas aqui. As ervilhas foram descascadas e usadas logo de seguida. Sem frigorífico ou congelador pelo meio. Como calculam, ficam muito mais saborosas.

8 comentários :

  1. Esta sopa é de facto reconfortante. A minha mãe costuma-lhe chamar canja de borrego.
    E concordo em relação ás ervidas recem colhidas, uma delicia.

    Bj

    ResponderEliminar
  2. Com o friozinho que está por aqui esse seria um belo almoço!!

    ResponderEliminar
  3. Menina que autentica maravilha ficou a olhar para mim um bjo. Natércia...

    ResponderEliminar
  4. Nossa, com o friozinho que está aqui, essa sopa veio bem a calhar!! Beijos

    ResponderEliminar
  5. Nossa essa sopinha neste frio que esta fazendo aqui ia cair muito bem.
    Sopa e frio são ótimos pares.
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. a foto da ervilha é lindo! sopa é o mais bonito de se fotografar, quero fazer a sopa.

    beijos

    ResponderEliminar
  7. uma receita ideal para fazer com as ervilhas da minha horta.

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar