sábado, 12 de setembro de 2009

Um almoço com sabores da Índia

Decorre, até dia 13 de Setembro, no Martim Moniz a iniciativa Todos, que «não é um festival, é um convite para caminhar por um dos bairros mais antigos de Lisboa, palmilhar S. Domingos, Martim Moniz, Intendente, Mouraria e Anjos, para passar a conhecê-los como a palma da mão» como é referido no programa.

Entre as várias actividades promovidas, destaco as Lições de Culinária nas Cozinhas da Índia e da Ucrânia.

Hoje participei na aula sobre cozinha indiana com a minha querida amiga Pipoka, que me desafiou a participar. A aula foi dinamizada por uma família indiana. O local onde decorreu o curso estava dividido em dois espaços. Um deles era a cozinha com os fogões e o outro, na sala de refeições, era composto por uma mesa corrida com taças cheias de legumes (courgettes, beringelas, nabos, tomates, etc) e onde se picava cebola e alhos.

Nesta aula a nossa incursão na gastronomia indiana começou com a confecção do pão chapati. Assistimos à preparação da massa e depois um a um tivemos a possibilidade de amassar e preparar a massa para o pão. A preparação da massa é aparentemente simples: farinha de trigo (tipo 110) e água morna, que se vai acrescentando a pouco e pouco. Neste processo, o mais difícil é moldar as bolas e depois estender a massa em círculo.

Para pratos principais tivemos ervilhas com queijo e mistura de vegetais, acompanhados do tradicional arroz basmati.

Para confeccionar o prato de ervilhas com queijo começaram por colocar azeite num tacho. Levaram ao lume e acrescentaram sementes de cominhos, que libertaram um aroma muito agradável que me abriu ainda mais o apetite.

De seguida acrescentaram cebola, alho e gengibre picados, malaguetas e, deixaram alourar. Depois, acrescentaram tomate picado, sal, mistura de especiarias (garam masala), açafrão-da-índia, pasta de caril e polpa de tomate. Deixaram cozinhar um pouco. Por fim, acrescentaram água e as ervilhas.

Este prato é servido com queijo cortado em cubos. O panir é confeccionado de uma maneira diferente do queijo que conhecemos. Em leite a ferver adicionar sumo de limão e deixar coalhar. Escorrer durante mais ou menos 10 minutos e depois prensar para dar forma ao queijo. Antes de retirarem as ervilhas do fogão adicionaram o queijo cortado em cubos.


A mistura de vegetais é confeccionada com a mesma base do prato de ervilhas, mas sem as malaguetas. Neste prato adicionaram quiabos cortados ao meio, cabeça de nabo cortada aos pedaços, cenouras às rodelas, feijão verde cortado, pimento verde cortado em pequenos quadrados, courgettes sem casca cortadas em rodelas e couve-flor. Deixaram cozinhar em lume brando com o tacho tapado.

Durante a sessão tivemos a possibilidade de sentir os aromas das especiarias usadas, de espreitar os tachos no fogão, de ver o panir a escorrer e depois já pronto a cortar.

Para sobremesa tivemos um pudim Suijhalwa. O pudim foi confeccionado numa panela com ghee (manteiga clarificada), semolina, açúcar e água. Por fim, acrescentaram passas de uvas, coco ralado, caju e amêndoas picadas.

Este curso foi um momento muito especial. A família que nos acompanhou foi de uma simpatia inexcedível, o que criou um ambiente agradável, descontraído, alegre e de partilha. Adorei.

14 comentários :

ameixa seca disse...

Errei o fim de semana que fui passar a Lisboa. Andei pelos Anjos, Mouraria, Martim Moniz e seria bem giro encontrar-me com algumas bloguistas e fazer o que vocês fizeram. Ainda por cima gosto de comida indiana :)

Olguinha disse...

adoro comida indiana pois adoro especiarias! uam iniciativa muito fixe!

Isabel (pipoka) disse...

Eu também adorei.. a partilha, os ensinamentos, os cheiros, depois a comida... e claro está a companhia!

A iniciativa é espectacular e espero que a promovam novamente! Nós lá estaremos não é verdade?

Hoje há mais. :-)

Até já

Patanisca disse...

OHHHH! Também queria ir!! Espero que surjam mais iniciativas e que não terminem hoje as aulas de culinária.
Beijinhos.

Tangerina disse...

Ainda tentei ir mas... já estava esgotado :( Mas vai haver mais com certeza ;)

Beijinhos,
Carlota

Misshiva disse...

Tem óptimo aspecto esse prato, devia estar delicioso :)

Moira - Tertúlia de Sabores disse...

Oh! Eu não sabia, senão também tinha ido. Deve ter sido muito gratificante.
Bjs
Moira

Raspas de Laranja disse...

Uma boa experiência com toda a certeza.

Sofia disse...

Boa tarde,
Quando souber de mais aulas destas, por favor avise aqui no seu blog.
ADORO comida indiana e, pela descrição, deve ter sido muito especial esta aula.
Gosto muito de visitar o seu blog. Obrigada pelas fantásticas ideias que nos deixa. Confesso que já "roubei" algumas...
Um beijinho,
Sofia

Susana Antunes disse...

Sem dúvida uma experiencia saborosa...
O saber não ocupa lugar.....,aumenta a nossa criatividade...
Obrigado pela partilha...
beijinhos...

moranguita disse...

tiveste uma experiencia unica sem duvida.
eu tambm adorava.
bijinhos e boa semana

Suzana disse...

Estava cheia de curiosidade de saber como tinha corrido. Deve ter sido fantástico! Claro que ainda fiquei com mais pena de ter feito parte do "lote". A ver se para a próxima não falho!

Bj grande

Anónimo disse...

olÁA!!
As fotos estão geniais! Agora vou "cuscar" o resto do blog... heheh

Beijinhos

João - do almoço indiano

Ana disse...

Olá!
Também estive presente neste almoço tão engraçado. Também coloquei imagens no meu blogue:
http://anthropolugus.blogspot.com/

Vou ficar fã deste blogue, parece-me apetitoso...

Ana Machado