Próximos Eventos
Porto 26 de Setembro 2020
Sábado:
10h00 - 13h30      Workshop Pré-preparações para as Refeições da Semana
 
 
15h00 - 19h00      Workshop Pão para o Dia-a-dia
Inscrições/Vouchers: work@sott.pt   WORK espaço criativo

sábado, 11 de abril de 2020

Esparguete com bacalhau e legumes no tacho


Em tempo de quarentena, queremos receitas que sejam práticas, saborosas, que nos permitam rentabilizar os ingredientes que temos em casa e que não nos obriguem a sujar muita louça. Concordam?

Mais do que nunca, estou fã de fazer refeições de um "tacho só". Penso que este conceito foi divulgado por Martha Stewart, em 2013, cuja inspiração veio de um prato feito por um cozinheiro italiano, e amplamente replicado desde essa altura. Tornou-se uma técnica revolucionária. A ideia base é juntar todos os ingredientes num tacho e cozinhá-los ao mesmo tempo, poupando-nos tempo. Os ingredientes base são, geralmente, massa, azeite, água, sal e pimenta. Depois podemos fazer mil e uma combinações de acordo com o nosso gosto e o que tivermos em casa. Gostam desta ideia? Vamos cozinhar comida de um tacho só? Alinham neste desafio?

Caso façam, partilhem nas redes sociais, com a hashtag #umapáscoaespecial. Fico a aguardar as vossas versões.

Preparei esta receita para a rubrica Oliveira da Serra. O azeite é dos ingredientes que aconselho a terem sempre em casa!


Esparguete com bacalhau e legumes no tacho

Ingredientes para 4 pessoas:
250 g de massa esparguete
70 ml de azeite Clássico Original Oliveira da Serra
250 g de tomate cereja
1 cebola
3 dentes de alho
100 g de folhas de espinafres
650 ml de água a ferver
1 ramo de coentros picados
250 g de bacalhau da Noruega cozido lascado (sem pele e espinhas)
50 g de azeitonas
Sal e pimenta-preta q.b.


1. Num tacho ou frigideira alta antiaderente, colocar o esparguete, a cebola fatiada, os dentes de alho picados, o tomate cereja cortado ao meio e as folhas de espinafres.

2. Temperar com sal, pimenta e regar com o azeite.

3. Adicionar a água a ferver e levar o tacho ao lume. Quando ferver, baixar um pouco o lume.

4. Com uma pinça de cozinha, ir mexendo a massa e os restantes ingredientes, para os misturar e cozinharem de forma uniforme.

5. Quando a massa estiver al dente, adicionar os coentros, o bacalhau e as azeitonas. Mexer. Caso queiram a massa mais cozida, antes de juntar os restantes ingredientes, acrescentar um pouco mais de água quente e deixar cozinhar até ao ponto desejado.

6. Se necessário rectificar os temperos. Retirar do lume e servir.


Nesta receita acrescentei bacalhau que tinha sobrado de uma refeição. Mas podem usar chouriço, bacon, fiambre, camarão, sobras de frango ou de pescada, entre tantas outras coisas. Vejam o que têm em casa e adaptem os ingredientes ao vosso gosto.

4 comentários :

  1. Adorei a técnica e a receita. Aqui na minha casa da aldeia a cozinha é mais pequena e não tenho máquina de lavar a louça, pelo que sujar um só tacho por refeição é o ideal. A receita além de económica é bastante nutritiva e saborosa. Gostei mesmo. Obrigada pela partilha.
    Essa coisa da hastag é que não sei como se faz: é aqui no Facebook?
    Páscoa Feliz para ti e para a tua Família. Um grande beijinho da Bombom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida Bombom.
      Nos tempos que correm, tudo o que nos facilite a vida é sempre bem-vindo. E por isso, cozinhar assim é tão bom.
      Ao partilhar a sua versão no facebook ou instagram coloca no texto o seguite: #umapáscoafeliz
      Um beijinho grande e tudo de bom.

      Eliminar
  2. Engracado, era assim que a minha avó cozinhava o massa com frango, talvez o unico prato que me recorde dela. Depois veio a "modernice" de fazer tudo separado. O sabor que a "massa" ganha assim é ... inconfundivel!!
    Beijinho. MJC

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria,
      tem toda a razão. Massa fica mesmo muito saborosa, sim.
      Aceita o desafio? ;)
      Um beijinho.

      Eliminar