quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Sopa de bacalhau com chícharos



O chícharo é uma leguminosa, de aspecto semelhante ao tremoço, mas o aroma e a textura estão mais próximos do grão-de-bico. Lembro-me que em casa dos meus pais se falava muito do chícharo como alimento de grande valor nutritivo. Ouvi falar tanto que há uns anos atrás decidi cozinhá-lo, cá em casa.

Foi recurso alimentar, para as populações mais pobres, nas décadas de 30 e 40 do século passado. Hoje em dia, os chícharos, são uma das leguminosas típicas das serras de Sicó-Alvaiázere.

Em Alvaiázere, realiza-se todos os anos, o Festival do Chícharo. Este ano, em virtude das circunstâncias, o festival não terá lugar da forma tradicional, pelo que foi criada uma iniciativa idêntica: Alvaiázere Sabe Bem. O intuito desta acção é dinamizar e promover os estabelecimentos locais de restauração, mas também a gastronomia e os produtos endógenos, valorizando o receituário local.

Se têm receitas com chícharo, então inscrevam-se neste desafio até dia 20 de Outubro de 2020, através do preenchimento deste formulário. Participar nestas iniciativas é uma forma de promovermos o que é nosso, valorizar uma região. Participem!

O chícharo é muito versátil. Pode ser usado em doces ou salgados.

Caso andem à procura de receitas para se inspirarem, deixo-vos uma deliciosa sopa de bacalhau com chícharos. Fica tão bom! Um prato reconfortante para os dias frescos de Outono.


Sopa de bacalhau com chícharos

Ingredientes:
2 postas do lombo de bacalhau
300 g de chícharos cozidos
1 cebola
2 dentes de alho
1 folha de louro
50 ml de azeite
1 cenoura
1 talo de aipo
1 curgete
525 g de passata de tomate
1 colher de sopa de concentrado de tomate
1 l de caldo de cozedura do bacalhau
Sal e pimenta-branca q.b.
1 colher de sopa de salsa picada


1. Cozer o bacalhau e reservar a água.

2. Limpar o bacalhau de peles e espinhas. Reservar as lascas.

3. Levar um tacho ao lume com o azeite. Assim que estiver quente colocar a cebola. Deixar frigir um pouco e adicionar os dentes de alho picados e a folha de louro.

4. Adicionar o concentrado de tomate, o aipo e a cenoura cortada em pequenos cubos. Deixar cozinhar um pouco.

5. Juntar a passata de tomate e o caldo. Temperar com sal e um pouco de pimenta. Deixar cozinhar cerca de 20 minutos ou até a cenoura estar macia.

6. Adicionar a curgete cortada em pequenos cubos, os chícharos e as lascas de bacalhau. Se necessário rectificar os temperos. Deixar cozinhar, em lume médio, cerca de 15 minutos.

7. Servir com salsa picada.

10 comentários :

  1. Excelente sugestão!
    Passei para desejar continuação de uma excelente semana!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida Mary,
      muito obrigada.
      Tudo de bom para ti.
      Um grande beijinho.

      Eliminar
  2. Em pequena vivi com os meus avós e a minha avó cozinhava com chicharos, isto na década de 70/80.

    ResponderEliminar
  3. Maravilha. So gostava de saber onde encontrar esta delicia?
    Beijinhos
    MJC

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria,
      obrigada.
      O chícharo encontra-se à venda em lojas de produtos para animais, rações, etc...
      Há produtores que vendem também.

      Eliminar
  4. Obrigada por esta partilha do concelho dos meus avós e dos meus pais aonde eu espero regressar daqui a uns 10 anitos 😀

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel,
      muito obrigada.
      Voltar à terra da nossa família é tão bom.
      Um beijinho.

      Eliminar
  5. Na margem sul vende-se na feira mensal de Coina (terceiro domingo de cada mês)

    ResponderEliminar